MEUS MEDOS


Tenho medo do mar,e de amar.
Medo do amor,e da dor.
Medo de tentar,e fracassar.
Medo de viver,e sofrer.
Medo de partir,e fugir.
Medo de reagir,e desistir.
Medo do desconhecido,e conhecido.
Medo da solidão,e desilusão.
Medo de sonhar,e acordar.
Medo de falar,pensar,sonhar e
não fazer nada para mudar.

* Seria falta de segurança???!!!

Anúncios

22 responses to this post.

  1. Tina, kkkkk! Super legal essa sua observação democrática. Com relação aos 15 anos, concordo com você. Salvo a realização de um baile organizado pela Ana Paula, nada poderá provar em contrário, correto!?Abração

    Curtir

    Responder

  2. Fábio, muito bom ter você por aqui e seu comentário. Volte sempre que puder.Um abraço

    Curtir

    Responder

  3. Tina, genial esse explicação sua. Essa explicação encoraja a gente a enfrentar as situacões. Legal isso: "quem vive com medo, vive pela metade."Abração* – Passei por lá e agradeço muito o carinho daquelas duas meninas, certo? Deus as abençoe.Gostei também da filosofia da mãe: "Quem não gosta, não coma", kkkkkkkkk.Abração

    Curtir

    Responder

  4. Gisa, aí tem que se tomar providências e acontece muito. Putz! Se eu não acredito em mim, … complicado, né?Um beijo na amiga muito querida

    Curtir

    Responder

  5. Bah, legal o seu método de enfrentamento. Novas idéias sempre ajudam. Gostei!Kisu!

    Curtir

    Responder

  6. Alê, na minha opinião, isso é que é correto. Temos medo do desconhecido e quando passamos a conhece-lo, enfrentamos o danadinho.Beijo no coração da Super-Alê

    Curtir

    Responder

  7. Adriana, temos tantos medos escondidos que até temos vergonha de enumerá-los. Eita insegurança!!! (gostei do eita).BeijosManoel

    Curtir

    Responder

  8. Olá, Manoel!É o tipo de pessoa desmantelada psicologicamente. Atitude sempre foi maior que o fracasso, o talento, a habilidade e circunstâncias! Atitude tem o poder de “construir e destruir”! De “tirar e colocar”. É como uma construtora que usa maquinários gigantescos, explosivos de alta potência para demolir uma construção antiga e fazer uma nova construção. Abraço! http://www.beabadosucesso.com.br

    Curtir

    Responder

  9. O espaço lá não é meu é nosso e as intervenções são sempre bem vindas.Eu como ariana, atirada, destemida, convivo com medos até o combate que sempre corro, seja do tamanho e intensidade que seja.Mira na fé e rema, esse é o lema \o/Eu não tive festa de quinze anos (na verdade não teve nem bolo pra qt mais baile) então tenho licença terapêutica e poética de dizer que ainda não os fiz (risos).

    Curtir

    Responder

  10. Talvez!Pode ser uma falta ou várias, pode estar sobrando algumas coisas também.O que sei e acredito é que quem vive com medo, vive pela metade.*Tem resenha lá no blog de Alê sobre vc

    Curtir

    Responder

  11. Ou falta de acreditar em si próprio.Um bj querido amigo

    Curtir

    Responder

  12. A verdade é que todo mundo tem no fundo, medinho de mudanças. Umas mais, outras menos. Mas tudo que te tira de um porto-seguro, dá medo, desespero até.Eu aprendi a encarar o medo como forma de termômetro: quanto mais medo eu tenho, mais vontade e recompensa sei que vou conseguir. E o que restam, são os medinhos pequenos, que são superados no cotidiano…E vou enfrentando um a um, até não ter mais medo e sim receio rsKisu!

    Curtir

    Responder

  13. Bom dia bom amigo!Eu me considero uma pessoa de pouco medo!E quanto tenho medo de alguma coisa não tenho medo de enfrentá-lo.Um bom dia pra vc!Abraço!

    Curtir

    Responder

  14. Perfeito esse poema! Como temos medos demais! Esses descritos são todos os meus medos. Eita insegurança!!! Que horror! Medo paralisa tudo é muito ruim. BeijosAdriana

    Curtir

    Responder

  15. Geiza, é isso mesmo. O que prende e paralisa a gente é que não é muito bom. Do contrário, medo todo o mundo tem. Dependendo de nossa criação ou estilo de vida, temos mais ou menos coragem para enfrenta-lo. Temos que agir dentro dos nossos limites, não é?Beijo carinhoso nos dois coracõezinhos (Um Sonoro e o outro Sereno).

    Curtir

    Responder

  16. Mara, não se preocupe com isso. Claro que adoro quando você passa por aqui, mas entendo que tudo tem o seu tempo e deve ser respeitado, né?Concordo com você. Não pode mesmo é ser paralisante, mas se acontecer uma vez ou outra a gente vai treinando e " disparalisa " (acabei de inventar essa palavra, kkk) com o tempo. O importante é que já conhecemos o caminho.Beijo no seu coração

    Curtir

    Responder

  17. Ivani, você está certa. Uns são menos arrojados e outros mais arrojados, mas medo de perigos todo o mundo tem, né?Adorei a discussão lá no blog da Tina. Já dei meu palpite lá também. Passa depois lá para ver. Coitada da Tina. Vamos tomar conta do espaço dela e ninguém vai entender nada dos nossos impulssos adolescentes, kkkAdorei seu comentário e quando fizer 15 anos me convida.Beijo com carinho

    Curtir

    Responder

  18. Dulce, adorei o seu comentário. Muito verdadeiro e importante você dizer que o importante não são os medos, mas quando eles (os medos) nos prendem.É isso mesmo.BeijosManoel

    Curtir

    Responder

  19. Eu tenho medo de coisas que me prendem.Tipo… pessoas que me magoaram e sou obrigada a conviver; perdão… a arte que mais queria dominar.De ❤ ela não me atinge completamente. Diplomacia nos faz aceitar a pessoa, somos imperfeitos, mas nunca mais é a mesma coisa. Aquele freio que funciona sozinho diante de qualquer desconfiança da atitude dela… Dou meu <3… sincero… lido melhor com o cru, com a chacoalhada inesperada, mas sincera… e não com o abandono, as costas viradas… que depois querem ser peito aberto.Medos e Neuras… da dor… do pensar demais no lado ruim…Dai que é importante o leque de convite a viver… acolher outros lados da vida. Esquecer as feridas e respirar.Bjs Manoel

    Curtir

    Responder

  20. Manoel, estou em dívida com você, mas esse mês tem sido um pouco complicado, mas nunca deixo de passar por aqui viu?Medo…um apalavra muito conhecida minha. Acho que o medo às vezes é bom, ele não pode ser paralisante, isto é muito ruim, acaba atrapalhando sua vida todo.Acho que mesmo com medo da dor, de partir,do amor, temos que viver tudo isso para nos tornarmos um ser humano melhor.Bjo no coração.

    Curtir

    Responder

  21. oi Manoel, estive discutindo isso com a Tina, há pouco.como disse a ela, vou repetir aqui.li outro dia uma frase que me fez pensar, dizia assim:" VAI. Se tem medo vai com medo mesmo!".sempre fui atirada, atrevida, e as pessoas diziam que eu não tinha medo de nada.Mentira! é o medo que faz com que voce arrisque, tente se superar, eu penso assim.Manoel, meu querido amigo, dá um olhadinha no link que eu postei no Samambaia.voce vai gostar, eu sei.beijos, boa semana.

    Curtir

    Responder

  22. Falta de confiança? Apenas…Afinal, o importante não são os medos, na minha opinião. O problema é quando eles nos prendem! Porque, mesmo com medos a cada passo, é possível avançar. => Crazy 40 Blog => MeNiNoSeMJuIz®

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

PANELA EUROPÉIA

O mundo numa panela só

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

Poesias e Cia - Ana de Lourdes Teixeira

Sem pretensões... O único desejo é compartilhar com as pessoas o que escrevo.

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

Realize Criatividade

por Patrícia de Azevedo

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

Divergências Vitais

Memórias, dicas e "causos" de uma brasileira vivendo na Alemanha.

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista dos meus pontos

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

Sacudindo as ideias

Exercícios literários, escrita solta, pensamentos...

%d blogueiros gostam disto: