O VELHO SÁBIO

cachorro-sabio
e-mail enviado pela amiga Marly Bastos
Uma velha senhora foi para um safari na África e levou seu velho vira-lata com ela.
Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que estava perdido.
Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço…
O cachorro velho pensa:
-Oh, oh! Estou mesmo enrascado! Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador…
Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto:
 -Cara, este leopardo estava delicioso! Será que há outros por aí ?
Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado, e se esgueira em direção às árvores.
“Caramba, essa foi por pouco! O velho vira-lata quase me pega!” Pensa o leopardo.
Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum. E assim, foi rápido em direção ao leopardo. Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa:
-Aí tem coisa!
O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo. O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz:
 -Aí, macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!’
Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa:
-E agora, o que é que eu posso fazer?
Mas, em vez de correr (sabe que suas pernas doloridas não o levariam longe…) o cachorro senta, mais uma vez dando costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz :
-Cadê aquele macaco? Tô morrendo de fome!Ele disse que ia trazer outro leopardo para mim e não chega nunca! – Imediatamente o leopardo se esquiva, sai para longe do cachorro e devora o macaco.
Moral da história: não mexa com cachorro velho… Idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência
Anúncios

8 responses to this post.

  1. Desde pequena eu adorava falar com os mais velhos. Enquanto meus amigos brincavam entre si, gostava de escutar as histórias. Cheguei a fazer umas tardes de caridade num asilo. Nossa, cada coisa legal que eu escutei, experiências partilhadas de uma forma tão rica! Claro, experiência também conta… Escutar alguém experiente não mudará a sua vida inteira, mas te poupará de muitas situações que vc não imagina.Kisu!

    Curtir

    Responder

  2. Manoel, todos deveriam ler essa fábula. Ou reler. Quando analisamos o passado percebemos como aprendemos a agir diante de certas adversidades. Só a experiência, a vivência, nos dão um pouco mais de sabedoria. Bjs.

    Curtir

    Responder

  3. Marly, sua carita é muito linda. Enfeita minha postagem.Adorei o seu comentário. É mesmo verdade. A medida que se amadurece a visâo das coisas vai aprofundando conceitos, né?Eu tenho uma hérnia só, que quando muda o tempo eu já fico de prontidão e dói muuuuuito. Só quem tem é que valoriza. Não tem posição pra ficar,… é horrível. Você com duas…vai para o Céu direto.Um doce beijo pra vocêManoel

    Curtir

    Responder

  4. Manuel,Obrigada pela gentileza de colocar minha carita na sua página. Agora voltei ao loiro, mas essa cara ainda é minha.Olha, essa história embora seja uma fábula traz uma moral que permeia nossa realidade.E o pior é que os jovens desprezam essa sabedoria, essa experiência de vida e pra ser sincera, até a gente na juventude não entendia isso… Achava que bons conselhos era retrógrado e que os mais velhos diziam isso ou aquilo pq ja estavam "sem noção". Conforme amadurecemos,descobrimos quão tolos somos e quanta sabedoria há nas palavras e atitudes dos mais velhos.Enfim, quanto à sabedoria dos mais velhos não há força, somente resistência e depois aceitação.Ao menos isso né Manoel? A gente na manha, vai vencendo o leão[ou leopardo de cada dia]bjkas doces pra vc querido e eu ando meio ausente, pq duas hérnias de disco na coluna cervical tem me tirado do ringue virtual. Mas sempre que posso dou uma escapulida pra ler os amigos. vc claro, está na lista com certeza.

    Curtir

    Responder

  5. Mara, legal você ter gostado da postagem. E eu acho o jogo de cintura muito importante. O danado é que permite que a gente pense uma fração de segundo antes de fazer uma besteira e acabar no estômago do leopardo, não é?Eu é que agradeço as lindas postagens do seu blog e a sua grande sensibilidade. Você é um amor de pessoa.Um beijo no seu coraçãoManoel

    Curtir

    Responder

  6. Adorei Manoel! Nada como a maturidade e experiência para enfrentar a vida com mais tranquilidade…e lógico um bom jogo de cintura rsrs.Mais uma vez obrigado pela sua presença e palavras que me tocam profundamente.Bjo no seu coração

    Curtir

    Responder

  7. Camila, pior é que isso está se popularizando por aqui. Logo logo vira lei. Quem não servir para nada (no conceito deles) vão matar para fazer sabão, kkk!Que bom que deu certo o seu banner. Um maravilhoso final de semana para você também.Beijos!

    Curtir

    Responder

  8. Hehehehe Demais!Vc resumiu tudo na ultima frase! Sabedoria vem com idade e vivência mesmo. Pena o brasil achar que pessoas são descartáveis quando passam dos 80!Manoel, arrumei meu banner lá! Obrigada viu! Beijinho! Excelente final de semana!

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

© Célia Moura

Biografia, Poesia, Pensamentos, Prosa Poética, Obras Publicadas, Projectos Literários

Relatos desde mi ventana

Sentimientos, emociones y reflexiones

Violeta López

violetalc01@gmail.com

Deixe escapar a emoção

Fabiana Oliveira

Tatyanna Gois

little ginger girl

Bastidores da Escrita

escritores rumo à publicação

Oh kah

por Verônika Leicam

Cara de Cotia

Meio divertida, por vezes filosófica, sempre confusa!

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

Vovente by: Jessica Pereira

Um pedaço do meu coração está em você.

seismaisdois

um blog sobre tudo feito por alguém que não sabe nada

EscreViver

"Eu escrevo para os outros existirem", José Luís Peixoto

Dezassete

A felicidade passa por aqui

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

%d blogueiros gostam disto: