DE ONDE VEM A RAIVA?


Em primeiríssimo lugar é necessário a árdua tarefa de, antes de tudo, olhar para si mesmo, coisa muitas vezes amarga e quase impossível de se fazer quando se tem raiva.
É preciso treinar o interior!
Contudo, estas e outras limitações são sempre um sinal de desordem dentro da gente.
Quem sente raiva precisa ter coragem para conhecer-se melhor pois, invariavelmente, a raiva, por primeiro, revela o que não está bem em nós!
Coragem! Boa caminhada!
* Vamos nos encorajar???!!!
Anúncios

18 responses to this post.

  1. Ernani, verdade mesmo. Demonstra que nossa "regulagem" está fora do ponto, né?Um abração, meu amigo

    Curtir

    Responder

  2. Sissym, você é um amor de pessoa. O bom mesmo é isso. Não conservar a danadinha no coração.Beijos

    Curtir

    Responder

  3. Bah, é verdade. Sentir é inevitável, agora curtir é coisa de louco não é?Kisu!

    Curtir

    Responder

  4. Carla Renata, que haja muito "gusfraba", kkk!bjooosss

    Curtir

    Responder

  5. Cris, disse-o bem: Lamentável mesmo.Grande beijo

    Curtir

    Responder

  6. Tina, isso mesmo. O equilíbrio é fundamental.:)

    Curtir

    Responder

  7. MARILENE, o pior é que a danadinha faz mal para quem está com raiva. A outra pessoa, muitas vezes nem sabe o que está se passando.Bjs

    Curtir

    Responder

  8. Super-Alê, nota dez para a sua opinião. Concordo plenamente e ainda acho que a pessoa ganha uma úlcera de bonus, rs…rs.Beijo no super-coração

    Curtir

    Responder

  9. Salve, meu amigo!Gostei muito disso. A raiva revela o que não está bem em nós.Bom demais!Abração e bom fim de semana

    Curtir

    Responder

  10. Querido Manoel, eu pensava em "colher ventos" quando li aquela mensagem e resolvi compartilhar. Fico feliz por fazer o bem.Eu sou muito dificil de sentir raiva e, caso aconteça, sempre é passageira, eu nao acumulo pesos dentro de mim.Beijos

    Curtir

    Responder

  11. Sentir raiva é bom, faz vc pensar que a vida não é feita de mar de rosas. Mas ficar remoendo, remexendo, revirando o que te causa, piora. Claro.Kisu!

    Curtir

    Responder

  12. e nesses meus momentos repentinos de raiva.. ke haja muito "gusfraba" kkkkkkkk.. bjokas e uma ótima quarta

    Curtir

    Responder

  13. Manô,Sentir raiva não é bom, mas tem gente que sente e remói dentro de si esse sentimento, muitas vezes fazendo-se amiga. Lamentável esse sentimento. Gr. Bj. e uma ótima semana pra ti!

    Curtir

    Responder

  14. Coragem sempre e raivas, magoas, desânimos sob o domínio da fé e do equilibro \o/

    Curtir

    Responder

  15. Manoel, não conseguimos evitar a raiva. Que coisa! E ela faz tanto mal! Um difícil e necessário controle para se exercitar. Bjs.

    Curtir

    Responder

  16. Olá!A raiva é um veneno que corrói primeiro quem o sente, e se não o for trabalhado acaba machucando os outros, através de palavras ou atitudes.Devemos sim nos encorajar e trabalhar esse sentimento tão ruim! Beijos no coração!

    Curtir

    Responder

  17. Rovênia, o normal é isso mesmo. A paciência e o maracujá seguram a barra porque ficar com raiva direto o caminho é para uma boa gastrite, kkk!Um abração

    Curtir

    Responder

  18. Olá Manoel,Só que às vezes a raiva vem da mágoa. Quando a gente chora, expressa o sentimento e o outro compreende a raiva passa. O resto é estresse. Esse é mais difícil de dominar. Estou tentando para ter uma boa caminhada. Coragem não me falta, mas todos os dias sou desafiada. Haja paciência e suco de marucujá. 🙂 Beijo no coração!

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

© Célia Moura

Biografia, Poesia, Pensamentos, Prosa Poética, Obras Publicadas, Projectos Literários

Relatos desde mi ventana

Sentimientos, emociones y reflexiones

Violeta López

violetalc01@gmail.com

Deixe escapar a emoção

Fabiana Oliveira

Tatyanna Gois

little ginger girl

Bastidores da Escrita

escritores rumo à publicação

Oh kah

por Verônika Leicam

Cara de Cotia

Meio divertida, por vezes filosófica, sempre confusa!

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

Vovente by: Jessica Pereira

Um pedaço do meu coração está em você.

seismaisdois

um blog sobre tudo feito por alguém que não sabe nada

EscreViver

"Eu escrevo para os outros existirem", José Luís Peixoto

Dezassete

A felicidade passa por aqui

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

%d blogueiros gostam disto: