QUANDO É HORA DE SE CASAR?

Namorar é uma bela fase e, coincidentemente, este momento acontece na ocasião em que começamos a nos aventurar naquelas coisas que poderiam nos trazer a sonhada independência. Todas as nossas energias estão concentradas na realização de nossos projetos. Há quem prefira, primeiramente, realizar suas conquistas pessoais, isto é, estão empenhados na carreira profissional, em terminar o estudos, conseguir um bom emprego. Outros pensam em comprar uma casa, um carro, fazer viagens etc. Dificilmente, nesse momento, alguém pensaria em casar-se. Para as mulheres, além de desejarem também as mesmas coisas, elas não deixam de considerar a idade como um fator agravante, pois para elas o problema se concentra na possibilidade de que, envolvidas na busca da realização profissional, deixam de realizar, também, o sonho da maternidade.
Apesar de todas as questões, tanto homem quanto a mulher não abrem mão de viver a experiência do namoro.
Contudo, uma vez apaixonado, quem nunca se pegou pensando sobre a melhor momento para se casar? E para isso acontecer não há uma idade determinante.
Quando a pessoa acredita ter encontrado alguém para viver o resto de seus dias, os seus projetos passam a abrir espaço também para a possibilidade do casamento.
Mesmo apaixonados, sabemos que o tempo de namoro é um período favorável para o conhecimento daquela pessoa com quem poderemos, um dia, nos comprometer pelo vínculo do matrimônio. Mas isso não acontece do dia para a noite.
Desta forma, não podemos nos antecipar em estabelecer uma data ou ter aquela pessoa como o (a) esposo (a), somente porque estamos tomados por uma paixão, pois será, no decorrer do namoro, que ambos terão condições de avaliar se é por aquela pessoa que eles estarão realmente dispostos a fazer suas renúncias.
É importante ter em mente que o casamento não é uma maneira de “validar” o senso de responsabilidade de alguém, garantir a aposentadoria, tampouco remendar situações. Muitas pessoas acabam se casando por questões financeiras, por uma oportunidade para sair de casa ou por uma gravidez que acelerou os planos dos enamorados. Entretanto, nenhuma dessas situações pode garantir a felicidade que se deseja quando são assumidas como justificativas para o matrimônio. Igualmente, não será por pressão dos colegas e amigos que, por não entenderem os planos do casal dos namorados, começam a insistir em cada conversa, quando será o dia no qual os namorados pretendem, finalmente, se casar.
Haverá um momento em nossas vidas que, por livre e espontânea vontade, vamos colocar os nossos desejos em segundo lugar, tendo em vista a felicidade do outro. Assim, aquele casal que até pouco tempo atrás mal cogitava a possibilidade de um compromisso, agora, envolvido por esse sentimento, assume o desejo de estabelecer vínculos duradouros. De comum acordo, a moça e o rapaz, sentindo-se prontos, assumem a responsabilidade da exigente vida conjugal. Desta vez, sabendo que podem contar com a dedicação do outro neste projeto, no qual ambos farão juntos novas descobertas.
Essa maturidade permitirá ao casal perceber que o projeto de vida a dois somente se realiza em parceria, tendo em vista a felicidade daquele a quem se ama. É desse desejo de assumir um projeto de vida comum e por conta da intenção de fazer o outro feliz consigo que os casais jamais poderão se esquecer, pois este será o motivo e o ponto de partida em que os nubentes deverão retomar, especialmente, quando as pequenas divergências começarem a aparecer na vida conjugal.
* O que dizer dessa postagem???!!!
Anúncios

24 responses to this post.

  1. MARILENE, interessante esse seu ponto de vista. É verdade mesmo.Bjs

    Curtir

    Responder

  2. Camila, você está muito certa. Corra atrás da carreira mesmo. Tudo acontece na sua hora. O que mais quero é que você seja feliz.Bjao

    Curtir

    Responder

  3. VERINHA, difícil e muito subjetivo, não é? É verdade.Beijos com carinho

    Curtir

    Responder

  4. Tina, em verdade é isso mesmo!:)

    Curtir

    Responder

  5. Mollie, que legal ver você por aqui. Concordo com você. Primeiro constroi a estrutura e depois realiza a sua ação.bjooosss

    Curtir

    Responder

  6. Marcilane, adorei o seu comentário. Assino embaixo dele. Muito legal.Beijo no coração

    Curtir

    Responder

  7. Ivani, kkkkk! Você é uma figura mesmo. Também concordo. 18:00 é uma hora boa mesmo! Você não disse bobagem não. O assunto parece simples, mas é um tanto quanto polêmico. Vejo muitas pessoas dizendo que não deviam ter assumido o compromisso do casamento, como da mesma forma vejo pessoas dizendo que se estivessem assumido o compromisso de casar-se, talvez tivessem se empenhado mais na luta para serem felizes.Você acertou no sentido de eu não saber. Acho que não existe receita para isso.Beijo no seu coração

    Curtir

    Responder

  8. ✿ chica, isso mesmo. É o mais sensato.Um grande abraço

    Curtir

    Responder

  9. Bah, adoro seus comentários inflamados. Você fala tudo que tem que ser falado. E falou algo que eu nunca tinha pensado. Eu também nunca ouvi um cara falar que queria casar… A mulher é que impõe mesmo.Ih! Isso vai dar um "buxixo", kkk!Kisu! 🙂

    Curtir

    Responder

  10. Adriana, quando você menos esperar acontece. Como nos contos de fadas, rs.Beijos

    Curtir

    Responder

  11. Gisa, quem sabe sabe! Salve a experiência, né?Um beijo carinhoso na amiga querida.

    Curtir

    Responder

  12. Rovênia, kkk! Sabe que é uma alternativa!?. A gente recebe tanto conselho o dia todo e chega uma hora… por que não experimentar o contrário?!Um abração 🙂

    Curtir

    Responder

  13. Ele mencionou algo muito importante, a disposição para fazer renúncias. Sempre vi o casamento como a vontade de manter o prazer que uma companhia desperta. Não creio que ele atrapalhe o processo profissional. Se assim é visto, certamente o momento e a decisão não são propícios. Bjs.

    Curtir

    Responder

  14. Me sinto tão longe disso ha que não posso nem opinar! Faço parte daqueles que correr atrás da carreira! Espero que de certo! Bjao amigo!

    Curtir

    Responder

  15. Olá querido amigo.Difícil opinar sobre o casamento, vejo muitas pessoas começar um casamento com o pensamento: "Se não der certo separo" o problema não é um momento certo para casar até ai é fácil, manter este casamento por anos que é o difícil, então penso que a hore certa de casar é quando é na maturidade, onde requer tempo e paciência. O amor é preciso, mas muita gente confundem o amor, a paixão e o desejo.Deixando o meu carinho. Beijos.

    Curtir

    Responder

  16. Na minha opinião não exite fórmula secreta, receita de bolo, regra para essas coisas. Hora de começar a namorar, hora de casar, hora de engravidar, de sair de casa.Cada caso é uma caso e cada cabeça uma sentença.

    Curtir

    Responder

  17. Ótima postagem, ótima! Eu, casar? Haha, só quando estiver formada, com minha casa pronta e trabalhando.Beijos, I'm Fucking a Zombie. @pfvrsah (instagram)

    Curtir

    Responder

  18. Quer dizer que não existe um tempo exato para um casamento ser realizado. O tempo certo na verdade é escolhido aos poucos, sem pressa. Muitos casamentos que são realizados de maneira afoita, acabam não dando tão certo no futuro. Pois acabam acontecendo certos problemas que o casal talvez nem saiba como resolver, justamente porque não tiveram o tempo necessário para conhecerem bem um ao outro, de modo que uma situação que poderia ser resolvida tranquilamente, acaba virando algo maior.Antes de dar um passo tão importante como esse deve-se pensar bastante; E para mim, o tempo certo é aquele em que O CASAL se sente mais seguro. Gostei bastante da temática. :DAbraços.

    Curtir

    Responder

  19. bom…para mim a melhor hora para casar é as 18:00 horas.Hora da Ave Maria kkkkkkkkkk brincadeirinha…..desculpe, não resisti!A pergunta em vermelho no fim do texto sugere que voce também não sabe o que dizer, não é?Esse é um assunto tão polêmico, tão dificil, que eu não sei como me expressar.Os casais de hoje são muito diferentes da minha época de namoro, mas eu prefiro assim, como hoje.Naquele tempo havia uma idade limite para as moças casarem, senão "ficavam para titia". Isso é ridiculo, e ainda bem que acabou!hoje os jovens, e também os nem tanto, se casam ou vão morar juntos, quando realmente acharem que podem, que querem (salvo algumas exceções, claro!).Não gosto de regras, nem de pessoas que generalizam, por isso gostaria de ser jovem hoje, para ter essa liberdade de ser feliz ao meu modo.Perdão se disse bobagem, mas é assim que penso.Um beijo meu amigo Manoel, boa noite.

    Curtir

    Responder

  20. O ponto certo pra casar é quando os 2 estão certos das responsabilidades de formar uma família, o tronco dela…Senão, sem isso, melhor ficar só namorando,rs.. abração,chica

    Curtir

    Responder

  21. Opinião MINHA rss.. eu acho casamento uma instituição falida rs. Falo isso por experiência própria. Se pudesse voltar no passado, teria somente morado junto e, assim que acabasse o relacionamento, cada um ia para o seu canto, sem dividir nada, sem problemas, sem sobrenomes.Falo eu, que casei por duas vezes. A primeira foi na impulsividade e o segundo por falta de opção. Não que eu ache ruim, mas acho um desperdício de tempo e de dinheiro fazer um casamento dos sonhos onde todo mundo sai falando mal, vc ganha coisas q poderia ter comprado a seu gosto e ter que aguentar todo mundo falando mal no dia que deveria ser especial pra vc.Casamento é para mulheres. Nunca vi ou ouvi um cara dizer que gostaria de casar com a mulher, na igreja, com festas etc pq simplesmente é o seu sonho. Ele é conduzido a casar pq quer ficar com a pessoa. A mulher, por sua vez, impõe. Kisu!

    Curtir

    Responder

  22. Olha, vou esperar essa hora de querer casar, porque não lembro se um dia quis… Ah, foi no século passado! Nesse ainda não…Pode ser que venha essa vontade e logo vai passar…Me finjo de morta e passa! rsrs… Vamos ver para crer!BeijosAdriana

    Curtir

    Responder

  23. Conheço isso há 23 anos…Um bj querido amigo

    Curtir

    Responder

  24. As ditas regras. Faça assim, depois assim e serás feliz. Por que não fazer tudo ao contrário, desafiando todas as convenções? Aposto que pode dar tudo certo no final. Planejar tudo, cronometrar o tempo… é perder tempo de viver. Deixe a vida te levar e, no fim, chegarás à calmaria! O amor não vence sempre?Um abração!

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

PANELA EUROPÉIA

O mundo numa panela só

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

ESTRANHAMENTE

#poesia #crônica #fotografia

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

Poesias e Cia - Ana de Lourdes Teixeira

Sem pretensões... O único desejo é compartilhar com as pessoas o que escrevo.

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

Realize Criatividade

por Patrícia de Azevedo

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

Divergências Vitais

Memórias, dicas e "causos" de uma brasileira vivendo na Alemanha.

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista do meu ponto e outros pontos de vista

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

%d blogueiros gostam disto: