FUGA

by Renata Fagundes


Ela tinha ímpeto de desaparecer, virar espuma, vento, soprar longe.

Se sentia culpada quando essa vontade tomava conta dos seus pensamentos,

sempre rodeada de sons, vozes, música, amor, superproteção que ela não pedia.

Tinha gana de desligar os telefones, o interfone, desligar-se.

Não era egoísmo puro e simples, era saudade dela.

Sentia falta de rir sozinha lendo seus livros, acender incenso tomando banho quente, andar pela casa com sua camiseta surrada, descalça, distraída, relaxada, ver seus filmes antigos tomando café forte, queria sua companhia de volta, não definitivamente (solidão nunca a seduziu), pois amava estar com os seus.

Gostava de ser acolhida, mimada, mas algumas vezes, um filme, um café, pés descalços, lhe bastava.

* Tem horas que precisamos recarregar as baterias, não acham???!!!
Anúncios

17 responses to this post.

  1. Ás vezes é bom ficar papeando com nossos botões!Adorei o conto!bjs,

    Curtir

    Responder

  2. Bah, que legal. Agora dá pra esbanjar energia, kkk!Kisu!

    Curtir

    Responder

  3. E como precisamos querido!AS minhas estão na carga máxima, só esperando para gastar auhauhuaKisu!

    Curtir

    Responder

  4. Tina, você está coberta de razão. É tão bom conseguir equilibrar tudo e estar sempre disponível, não é?Um abração para vocês.

    Curtir

    Responder

  5. Acho!Recarregar, refletir, parar, ponderar.A vida necessita de pausas diz nosso amigo Pe Fábio 🙂

    Curtir

    Responder

  6. Camila, que bom que valeu a reflexão. Recarregue-se e fique novinha em folha. Um dia maravilhoso para você.Bjs

    Curtir

    Responder

  7. Nossa e como precisamos! Agora mesmo estou sentindo isso! Valeu a reflexão demais!

    Curtir

    Responder

  8. Marcilane, amiga querida. Essa fase não deve passar nunca. Você deve continuar olhando por voce e equilibrando isso com as outras ações. Volte a ativa, mas não se abandone não.Beijo no seu coração;)

    Curtir

    Responder

  9. Texto tão parecido comigo… Sumi por uns dias do blog por conta do fim do período, mas ao mesmo tempo estou fazendo coisas que não fazia há tempo, nas horas vagas… Assistindo filmes, visitando livrarias, conversando mais com os amigos e olhando mais pra mim. Por incrível que pareça, ás vezes esquecemos de nós mesmos não é?Pois é isso… quando essa fase passar, voltarei à ativa.Beijos e obrigada por se preocupar viu!*Amei o texto!!;)

    Curtir

    Responder

  10. Ana Paula, também acho necessário. A gente se cobra muito de levar uma vida de doação e de repente nosso reservatório fica com o nível muito baixo e passamos a uma doação ineficiente. Passamos a atrapalhar. Então chega a hora de se recolher e se recarregar de sí mesmo.Beijo

    Curtir

    Responder

  11. ✿ chica, isso mesmo. Recarregar-se de energia. Uma linda semana para você também.Um abraço grande

    Curtir

    Responder

  12. Rovênia, que bom isso. Dá uma renovada muito boa na nossa alma. É uma liberdade forçada, rs…rs.:)

    Curtir

    Responder

  13. Valéria, saudades de você! Com certeza uma fuga dessas é sempre necessária.BeijooO*

    Curtir

    Responder

  14. E como precisamos! Como é importante e saudável estarmos conosco mesmo; a nossa companhia.E hoje é tão fácil sentirmos saudades da gente, dos nossos filmes e músicas. Tudo tão corrido, tanto por fazer, tantas conexões…Vamos sim recarregar as baterias!Beijo

    Curtir

    Responder

  15. Esses ímpetos acontecem, precisamos relaxar e nos reenergizar, então! abraços,linda semana,chica

    Curtir

    Responder

  16. Como não? Sabe, acho que esse era meu espírito ontem. Despachei a turma e decidi que queria ficar em casa sozinha. Para dormir, para ler, para ouvir umas musiquinhas, para ficar comigo mesma. Acho que estava tão cansada, que todo mundo concordou e apoiou. Senti-me tão feliz de poder fazer companhia a mim mesma! 🙂

    Curtir

    Responder

  17. Uma fuga assim é sempre bom.BeijooO*

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

© Célia Moura

Biografia, Poesia, Pensamentos, Prosa Poética, Obras Publicadas, Projectos Literários

Relatos desde mi ventana

Sentimientos, emociones y reflexiones

Violeta López

violetalc01@gmail.com

Deixe escapar a emoção

Fabiana Oliveira

Tatyanna Gois

little ginger girl

Bastidores da Escrita

escritores rumo à publicação

Oh kah

por Verônika Leicam

Cara de Cotia

Meio divertida, por vezes filosófica, sempre confusa!

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

Vovente by: Jessica Pereira

Um pedaço do meu coração está em você.

seismaisdois

um blog sobre tudo feito por alguém que não sabe nada

EscreViver

"Eu escrevo para os outros existirem", José Luís Peixoto

Dezassete

A felicidade passa por aqui

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

%d blogueiros gostam disto: