@MOR VIRTU@L

by Luiz Bello

Meu nome é Lya – disse – e não sou gente.
Fui gerada na mente de outra Ly@
E de um certo Lubell, rapaz alegre,
Um sonhador, sentimental, poeta.

Poeta também sou. Posso cantar
Os amores que somos, ele, ela,
A ebulição implícita no @mor
E o feixe de emoções de que sou feita.

Nasci adulta, nunca fui criança..
Surgi um dia entre o Lubell e a Ly@,
Combustão espontânea, cerebral,
Centelha de ignição do @mor virtu@l..

Seu tom de voz tão firme e comedido,
Desenhou um retrato de si mesma:
Sou moderna, sou jovem, sou bonita,
Da Ly@ sou a imagem e semelhança,

Cabelos negros, lábios bem vermelhos
Contrastando com a face muito clara.
Largos quadris, cintura de pilão
Que agradeço ao bom gosto do Lubell.

Comecei entre dois computadores,
Numa troca de e-mails entre o Lubell
E a eloqüência da Ly@, os criadores
Da primeira donzela imaginária.

Hoje sou parte ativa no processo
De um amor que se cria e se repete.
Gente que nunca se viu, conversa e ama
Seus interlocutores na Internet.

Eis aí, em resumo, a febre atual,
Amor de “chat “, ou seja, @mor virtu@l…

Luiz Pinto d’Albuquerque Bello, carioca, jornalista profissional, escritor, tradutor. Curso de Jornalismo da Faculdade Nacional de Filosofia. Prêmios de melhor reportagem do ano atribuídos pela Associação Brasileira de Rádio e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio de Janeiro. Ex-Redator de “O Jornal”, “Última Hora” e “O Globo”, no Rio. Autor de dois ensaios de natureza social, uma pesquisa histórica e um romance.
 
* Achei legal esse amor virtual!!!

Anúncios

22 responses to this post.

  1. Amor virtual é bom… usamos a imaginação :)Kisu!

    Curtir

    Responder

  2. Olá Manoel.Que poeminha criativo.Ele é o reflexo de nossa sociedade moderna.Nos posicionamos a favor ou contra a esse tipo de relacionamento. Eu fico pensando que, independente da minha opinião, muita gente vive hoje dessa forma. Isso nos faz pensar de forma global.O avanço das tecnologias nos permite esses tipos de relacionamento, mas precisamos saber se é o que nos faz bem ou não.Conheço pessoas que ficam iludidas nessas histórias de amores virtuais e deixam de viver o que é realmente essencial.Concordo com as colegas blogueiras que disseram preferir olho no olho, abraçar, sentir o cheiro…Abraço pra você.Obrigada por fazer chegar até nós esse poema.AnaVi

    Curtir

    Responder

  3. Rose, vou correndo lá! Tomara que ainda de tempo.Um beijo!

    Curtir

    Responder

  4. Audrey, concordo plenamente com você. Nada que se compare a isso.Beijocas com carinho! 🙂

    Curtir

    Responder

  5. Geiza, que gostosinho ler o seu comentário. A gente vai dançando conforme a música, não é? Fiquei feliz pelo abraço da Serena <3.Beijo no coração das duas menininhas.

    Curtir

    Responder

  6. Olá Manoel! Amor virtual pode ser bom, mas pode ser complicado…Conheço muitos casos bacanas que deram certo, mas nem sempre é assim. Bom, venho agradecer aos queridos amigos que dedicaram seu carinho comentando e votando no meu Soneto do concurso "Pena de Ouro", ao qual estou participando. Porém, devido a um imprevisto os votos sumiram, mas já foi resolvido o probleminha da votação e está aberta a votação por mais 10 (dez) dias. Quero pedir-lhes que se possível me dediquem mais uma vez seu carinho e atenção e voltem novamente ao blog e apenas votem para que seja possível esse Concurso. Basta clicar em "Um Soneto em Silêncio e votar". Desde já o meu muito obrigada! Um beijo!

    Curtir

    Responder

  7. Manoel, interessantíssimo! Mas nada que se compare a um olho no olho, corpo no corpo…Beijocas! 🙂

    Curtir

    Responder

  8. Amor Virtual deve ser mesmo como o Amor à Distância… Dias Contados ou Ilusão Bem Semeada. Meu amor à distância durou 6 meses, primeiro namorado. Não que por mim eu terminasse, mas teria que encurtar a distância se valesse à pena.Amizade Virtual quando se encontra "de verdade" ajuda, pois a correria deixa distante o sonho de cultivar amigos, o que tenho são mais as pessoas do trabalho, que me deixam bem e me ajudam a cobrir este vazio… que as amizades deixaram.Mas o contato é sempre procurado… físico ou on line.Pessoas que como eu, passam momentos de fobia, não querer contato quando o estresse impera, on line me sinto mais recíproca.Mas dizem maravilhas das rodas de prosa do pessoal de antigamente. Onde versos eram armas poderosas. rsBom refletir isto aqui…Eu tô assistindo o filme O MUNDO DE SOFIA que encotrei no Youtube, o qual me prometi ler de novo o livro, um dia… como me interpela aquele livro…E vc Manoel? Que na sua vida real vc preencha suas necessidades ou as complemente virtualmente, como fazemos, nos blogs com palavras que são lançadas.Pescando pessoas diferentes pra prosear. heheAbraços! Geiza e Serena ❤

    Curtir

    Responder

  9. VERINHA, também me considero antigo, kkk! Concordo com você até no ponto de vista de que gosto não se discute, mas isso tem que ser ao vivo e a cores, não é?Uma linda noite para você também.Beijos

    Curtir

    Responder

  10. Olá ManoelEu acho que sou muito antiga amigo, pois ter alguém para abraçar, tocar e sentir que é tudo bem real, não teria paciência com um amor virtual.Mas cada um com seu gosto, como dizia uma amiga, Gosto não se discute, só se lamenta.Uma linda noite. Beijinhos.

    Curtir

    Responder

  11. Adriana, absolutamente certa! Nossas preferências são as mesmas. Nada melhor que a realidade! :))Beijos

    Curtir

    Responder

  12. Não gosto desse amor virtu@al, prefiro o amor real que eu possa apalpar! :))BeijosAdriana

    Curtir

    Responder

  13. Super-Alê, fica muito bonito na mídia e no sensacionalismo dos romances modernos, mas na prática é olho no olho mesmo com direito a friozinho na barriga quando pega na mão sem querer, querendo, kkk!Super-Beijos!

    Curtir

    Responder

  14. Olá!Amor virtual, bonito de se ler, mais longe de sentir…Concordo com a chica… Olho no olho, frio da barriga!Beijos!

    Curtir

    Responder

  15. Anne, que coisa boa um comentário poético. Faz a gente enxergar a poesia e de fato ficou muito legal.Uma boa semana para você tambémbjs

    Curtir

    Responder

  16. Gisa, o mundo virtual é bom, mas pode ser usado para o mal. Depende do caráter das pessoas que o utilizam.Beijo no coração da amiga gaúcha muito querida

    Curtir

    Responder

  17. Manoel,um amor virtual em versinhos!Ficou muito criativa a poesia,eu gostei!bjs e boa semana,

    Curtir

    Responder

  18. Rovênia, eu acho interessante porque a gente acaba por se acostumar com as pessoas e a perceber do que elas gostam, mas eu já me enganei muito e muitas pessoas me levaram a mal e ficou uma situação chata. O ideal é conhecimento entre os dois e ai sim fica mais fácil de se entenderem.(Minha opinião, claro que existem excessões e também não sou dono da verdade, rs).Um abraço inspirado

    Curtir

    Responder

  19. ✿ chica, kkk! Eu também sou adepto do olho no olho.Abração

    Curtir

    Responder

  20. E o mundo virtual é bom ou mau? Não seiUm bj querido amigo.

    Curtir

    Responder

  21. Tadinha da Ly@… nunca foi criança. Já nasceu adulta. Perdeu tanto! As amizades virtuais são bacanas, mas precisam tornarem-se reais! Fico pensando que às vezes vocês, amigos virtuais, me conhecem mais que muitos amigos reais. Não se vê a cara aqui, mas a alma. Na vida real, muitos só reparam nos rostos, nos corpos e esquecem a pessoa escondida. Beijos, querido amigo, já me inspirou muito por hoje! 🙂

    Curtir

    Responder

  22. Muito bem mostrado e expresso o que é um amor assim. Eu prefiro o olho no olho!abração,chica

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

ESTRANHAMENTE

#poesia #crônica #fotografia

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista do meu ponto e outros pontos de vista

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

Sacudindo as ideias

Exercícios literários, escrita solta, pensamentos...

%d blogueiros gostam disto: