IGUAL – DESIGUAL

by Carlos Drumond de Andrade

Eu desconfiava:
todas as histórias em quadrinho são iguais.
Todos os filmes norte-americanos são iguais.
Todos os filmes de todos os países são iguais.
Todos os best-sellers são iguais
Todos os campeonatos nacionais e internacionais de futebol são
iguais.
Todos os partidos políticos
são iguais.
Todas as mulheres que andam na moda
são iguais.
Todos os sonetos, gazéis, virelais, sextinas e rondós são iguais
e todos, todos
os poemas em verso livre são enfadonhamente iguais.

Todas as guerras do mundo são iguais.
Todas as fomes são iguais.
Todos os amores, iguais iguais iguais.
Iguais todos os rompimentos.
A morte é igualíssima.
Todas as criações da natureza são iguais.
Todas as ações, cruéis, piedosas ou indiferentes, são iguais.
Contudo, o homem não é igual a nenhum outro homem, bicho ou
                                                                                 [coisa.

Ninguém é igual a ninguém.
Todo o ser humano é um estranho
ímpar. 

* O pior é que ele tem razão, não acham???!!!

Anúncios

26 responses to this post.

  1. AnaVi, kkk! tenho um blog no blogspot e outro no WordPress. Quanto a foto você tem razão. Foi transmissão de pensamento. Surgiu do pensar na "casinha branca de varanda" (lindinha essa música!).O blog do Manô, do wordpress é cópia do blog do óbvio. Fiz isso porque já perdi todos os dados do blog do óbvio. É uma medida de segurança e o sistema de "blogar" é um pouco diferente.Beijos

    Curtir

    Responder

  2. Manoel.Vc tem dois blogs?Andando por aí, um outro blog que chamou-me atenção pela foto de capa.https://manofernandes.wordpress.com/rsEssa foto faz-me lembrar daquela música:"Eu queria ter na vida simplesmente um quintal de mato verde pra plantar e pra colher.Ter uma casinha branca de varanda…"

    Curtir

    Responder

  3. Tina, também acho. Até entendo que foi proposital para que ele pudesse chamar a atenção na sua proposição final.Um abraço

    Curtir

    Responder

  4. Acho que ele tem razão em que nenhum homem é igual, mas acho que nada acima listado também seja.

    Curtir

    Responder

  5. Rovênia, somos algo bem misterioso, não é?Um abraço grande

    Curtir

    Responder

  6. Que lindo isso, hein? Somos diferentes, mas não somos iguais em essência. Ou pelo menos deveríamos ser! Gostei do post! 🙂

    Curtir

    Responder

  7. Ana Paula, certas pessoas se destacam muito e passam rapidamente. Outras, como o Drumond, se destacam e se eternizam sem usar a apelação forçada da mídia.Beijo

    Curtir

    Responder

  8. Ah! Se tivéssemos tantos Drumond, tantos iguais a ele…Mas ainda bem que o tivemos! Ímpar em sua poesia.Beijo

    Curtir

    Responder

  9. Marcilane, acho bonitinho você falar: "Sim, sim…. Fica t~~ao real que parece que a estou vendo.Que legal que você gostou do Drummond (Noooossa, acho que digitei o nome do poeta errado. Vou correndo corrigir. Vamos que ele leia, kkk!).Beijos no seu coração. Saudades das suas postagens 😉

    Curtir

    Responder

  10. Aline, que comentário bem pensado. Gostei do SE(NTI)R.Beijos

    Curtir

    Responder

  11. Sim, sim… e eu amo a poesia de Drummond!Bela escolha, beijos :*

    Curtir

    Responder

  12. O que diferencia um dos outros? Os verbos SER e SENTIR. Cada ser é único na sua forma de se(nti)r. Adoro Drummond. Beijos.

    Curtir

    Responder

  13. Tallita, bonitinho o seu comentário. É verdade mesmo.Ótimo final de semana para você tambémBjs

    Curtir

    Responder

  14. Isso que é saboroso na arte de viver, saber que a identidade impar sempre acompanha cada ser humano.Otimo fdsBjs

    Curtir

    Responder

  15. VERINHA, concordo com você, kkk! É melhor deixar do jeito que está mesmo.Nesse caso, mãe não é boba não. A Gabi tem muito talento e deve aumentar os horizontes dela sempe. Um beijinho carinhoso para ela também.Um beijo no seu coração

    Curtir

    Responder

  16. Olá ManoelTambém achei bem verdade este texto, imagine se todos fossem iguais, não seria nada mal se fossem todos voltados para o bem maior ou talvez o mundo se tornaria chato, melhor deixar como esta, mas que tudo anda muito igual anda, com certeza.Amigo querido obrigada pelas palavras a minha Gabi, fiquei toda boba e emocionada, mãe é boba mesmo. Ela te manda um beijinho pelo carinho das palavras.Um lindo fim de semana. Beijos.

    Curtir

    Responder

  17. Anne Lieri, gostei dessa sua observação: "A cada dia fazemos coisas muito iguais, mas somos todos diferentes! É isso mesmo. Também gostei.bjs

    Curtir

    Responder

  18. Manoel,muita verdade nesse poema.A cada dia fazemos coisas muito iguais, mas somos todos diferentes!Gostei muito!bjs,

    Curtir

    Responder

  19. Ernani, caro amigão! Eu é que agradeço a companhia e o aprendizado de vida. Quando der aquela aparecida passe por aqui. De vez em quando de notícias e se precisar de alguma coisa conte comigo.Muito boa sorte para você também.Abraços na Japinha e um grande abraço no amigo.Deus abençoe vocês.

    Curtir

    Responder

  20. Grande Manoel! Estou passando pra agradecer a companhia e a gentiliza dos últimos meses. Estou fora do mundo dos blogs por um tempo. Vou aparecer às vezes pra ver como estão os amigos. Boa sorte com tudo! Abraço! Ernani

    Curtir

    Responder

  21. Bah, gostei do seu comentário. Fez um jogo de idéias muito legal.Kisu!

    Curtir

    Responder

  22. Ana, sou seu fã porque você emite a sua opinião e a defende. Isso é muito bom porque ensina a gente a respeitar os gostos de cada pessoa. Normalmente, até por falso intelectualismo (rs), muitas pessoas nem comentam o assunto e dizem: "Adoro Drumond"! Como se tivessem sido amigos íntimos, kkk!Adoro a sua autenticidade, Ana.Um ótimo final de semana para você.Um abraçoManoel

    Curtir

    Responder

  23. ✿ chica, sempre ouço dizer que não existem duas pessoas iguais. Não sou um estudioso sobre isso, mas nas minhas observações percebo que é verdade.Um maravilhoso final de semana para você também.Abração

    Curtir

    Responder

  24. Coisas diferentes que criam coisas iguais… só poder ser o ser humano mesmo rsKisu!

    Curtir

    Responder

  25. Apesar de achar Drumond um grande chato, concordo com ele.

    Curtir

    Responder

  26. É verdade. Mesmo os que são criados juntos, são desiguais! abração,lindo fds! chica

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

PANELA EUROPÉIA

O mundo numa panela só

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

Poesias e Cia - Ana de Lourdes Teixeira

Sem pretensões... O único desejo é compartilhar com as pessoas o que escrevo.

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

Realize Criatividade

por Patrícia de Azevedo

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

Divergências Vitais

Memórias, dicas e "causos" de uma brasileira vivendo na Alemanha.

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista dos meus pontos

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

Sacudindo as ideias

Exercícios literários, escrita solta, pensamentos...

%d blogueiros gostam disto: