DESAFIOS PRÓPRIOS

by Fr. Antônio Moser, OFM
Para pessoas que vivem mais longamente!

A rigor, devemos admitir a existência de uma certa contradição no que se refere à longrvidade.
Para uns é um sonho, para outros um pesadelo.
Mas, mesmo para quem a longevidade se apresenta como sonho, há desafios que sempre devem ser enfrentados.
O primeiro deles é naturalmente o de admitir que longevidade comporta limitações, mais ou menos acentuadas, mais ou menos localizadas.
Um segundo desafio consiste em as pessoas de idade admitirem que estão envelhecendo.
Este desafio se faz tanto mais doloroso quando não são as próprias pessoas que se sentem num processo de envelhecimento, mas quando são empurradas para o lado pelas pessoas mais novas e pela sociedade em geral.

* É importante cair na realidade, não é mesmo???!!!
Anúncios

25 responses to this post.

  1. Como disse uma amiga há pouco tempo:"Quero ficar mais bela é por dentro!"Boa semana, amigo!

    Curtir

    Responder

  2. Mary, amiga muito querida. Essa fase deixa a gente com o volume de preocupações meio elevado. Por experiência minha, recomendo que você fique bem com você mesmo. É claro que rola uma ansiedade. Qualquer barulhinho no telefone a vontade é correr, pular em cima dele e atender o mais rápido possível, não é? Também é muito fácil imaginar isso, mas qual seria a solução? Após sua entrevista, a sorte está lançada. Então, a resposta pode não acontecer, como pode acontecer. A expectativa é que desgasta a gente. O importante é não ficar sofrendo com o resultado. O difícil é antes da entrevista. Antes da entrevista procure se informar o máximo possível sobre a firma que vai selecionar você. Se a entrevista for em agência de empregos, se preocupe com o que a função que eles pedem exige de seus conhecimentos. Pelo nome da função e o tipo de firma que pede a função, com todas as características, procure no "tio" Google (rs) e fuce tudo que puder. Isso além de a informar melhor para a entrevista a distrai. Enquanto você procura as coisas, a cabeça fica ocupada com coisas boas. Capacidade a gente tem, mas é importante que a gente controle as minhoquinhas da cabeça para fazer uma boa entrevista. Entrega um pouquinho das preocupações nas mãos de Deus que Ele muitas vezes tira a gente do sufoco.Boa sorte para você. Se precisar de algo, escrevaBeijos mil e ótimas entrevistas (rezo aquí pela amiga querida).

    Curtir

    Responder

  3. eu ando numa fase ansiosa amigo, ando fazendo entrevistas de emprego e isso me deixa bastante ansiosa, roendo os dedos mesmo, hehehe.. espero conseguir um bom resultado, mas sei que daí ficarei ansiosa para fazer um bom trabalho.. vc tem razão, nós aquarianos somos fechados e isso ajuda demais a aumentar a ansiedade.. qto ao teu post, amei.. é importante sim cair na real, compreender e aceitar a idade que se tem, algumas pessoas exageram demais tentando ser o que não são mais.. minha mãe já tem idade, mas ela sempre comenta comigo que a cabeça ela não é compatível com o corpo, que ela tem vontade para fazer mais, mas não consegue.. beijos mil amigo e ótima semana..

    Curtir

    Responder

  4. Bah, gostei! A gente deveria ter medo de tantas coisas e não tem, não é? Por que ter medo de amadurecer e ficar mais experiente? Deveria aproveitar e viver toda a experiência adquirida durante os anos passados.Kisu!

    Curtir

    Responder

  5. Joy, você está certa. Tem que seguir as etapas e tirar o máximo de proveito delas. Serão fundamentais para a sabedoria da melhor idade.Deus abençoe você.Xero, Joy!Manô

    Curtir

    Responder

  6. VERINHA, gostei do seu comentário. O tempo não deixará de passar, portanto quem estiver de bem com a vida, deve se adaptar e participar ativamente conforme suas limitações. Nada de se acomodar e aceitar o ficar de lado, e nem se empolgar e sair correndo feito maluco por aí. Tudo dentro das possibilidades, não é?Beijos

    Curtir

    Responder

  7. Michele, querida amiga mineirinha itinerante. Gostei do seu comentário. Levou a gente para refletir nos dois extremos da situação. Uma adaptação com evolução, necessária para ambos os lados. Muito legal, moça!

    Curtir

    Responder

  8. Carla, é isso mesmo. Saúde física e mental, não é mesmo?Abraço!

    Curtir

    Responder

  9. Gisa, muito legal. Adorei o seu comentário consciente.Grande beijo

    Curtir

    Responder

  10. Adriana, você não precisa se preocupar com isso. Com esse sorriso, a velhice embeleza pessoas como você. Hoje os idosos já tem orientação e espaços na sociedade para estarem sempre participando de tudo. O que eu acho é que a conscientização disso deve ser mais propagada. Aqui em Taubaté temos grupos de pessoas que participam de caminhadas ecológicas, jogos, bailes, reuniões e muitas coisas mais. Acho interessante que eles tem sido muito mais percebidos na cidade que os próprios jovens.Beijos

    Curtir

    Responder

  11. Tina, é isso mesmo. Viver conforme deve ser vivido 🙂

    Curtir

    Responder

  12. Ana Paula, o idoso não deve exagerar agindo como um adolescente, contudo deve participar de tudo em consonância com suas limitações. Não devem ir ao extremo que a mídia leva quando mostra o japonês de 80 anos que escalou (esses dias) o monte Everest. Também não é assim, não é? Beijo

    Curtir

    Responder

  13. Yayá, saudades de você, amiga querida. Quando perdi meus arquivos do blog, perdi também o contato com você (e muitas outras pessoas) e "acidentalmente" aos poucos vamos nos encontrando e reatando as visitas. Adorei a sua presença por aqui e achei muito legal o seu comentário. Infelizmente muitas pessoas pensam assim e isso tem que ser superado. Tem-se que viver a melhor idade.Um abraço com carinho

    Curtir

    Responder

  14. Rebeca, concordo com você. Por isso é fundamental conviver com as limitações que vão aparecendo. Estar sempre em harmonia com elas e entendendo essa evolução.Beijo, beijo, beijo!!!Manôxoxo

    Curtir

    Responder

  15. Olha meu querido, tem tanta gente que tem medo de envelhecer que esquece que elas têm a idade que tem e começam a agir como se tivessem 20, 10 anos a menos… é importante sim, ter noção e cair na realidade. É importante, utilizar das experiências pra encarar isso de forma positiva.Kisu!

    Curtir

    Responder

  16. O que eu peço a Deus é muita saúde. O meu desejo é que quando eu estiver velhinha eu possa olhar pra trás e ter a certeza que eu aproveitei todas as oportunidades que Deus me deu e que eu fiz tudo que eu deveria ter feito na minha juventude.A sociedade é cruel com os idosos e isso me dói. Eu amo conversar com eles, porque eu sei que estou aprendendo a todo momento.Xero, Manô!Joy

    Curtir

    Responder

  17. Olá ManoelCom certeza cair na realidade é preciso, muitas pessoas não admitem a idade,homens e mulheres igualmente não aceitam envelhecer o que não há mal algum, pois o tempo não para a ninguém. Concordo com as palavras da Ana Paula.Um assunto bem interessante amigo.Um lindo fim de semana. Beijos.

    Curtir

    Responder

  18. Quando um celular fica velho, nós os descartamos.Ou jogamos fora ou damos às crianças e compramos um melhor para nós.Estamos sempre renovando as coisas, rejeitando o que é velho.Ainda existem aqueles que apreciam um bom e velho vinho. Mas são vinhos mais caros.Eu não bebo vinhos, então posso falar que prefeiro o meu violão mais antigo, com a madeira envelhecida.O tempo transforma nossa linguagem e se não estivermos dispostos a aprender as liguagens que mudam, criaremos um abismo ao invés de construir pontes.São esses abismos que lotam asilos e povoam a solidão.Estar disposto a aprender essa linguagem é um desafio para ambos os lados. Aceitar as mudanças e conviver com o que envelhece.Não é tão fácil. Mas ninguém disse que seria fácil. Disseram que valeria a pena!Um abraço, moço!

    Curtir

    Responder

  19. O ideal é se preparar para envelhecer com o máximo de saúde possível. Pelo menos é isso que estou tentando fazer. Abraço!

    Curtir

    Responder

  20. Envelhecer é amadurecer. Gosto.Um grande

    Curtir

    Responder

  21. Manoel,Meu grande medo: velhice! Não envelhecer, mas o que a sociedade faz com os mais velhos: isolam! Tenho muito contato com pessoas mais velhas e noto que elas foram postas no cantinho pelos outros. Que coisa chata isso. É o papel do mais novo integrar essas pessoas nos locais e nos assuntos. Assim eles se sentem mais vivos. Beijosadriana

    Curtir

    Responder

  22. Seguir o curso, as marés, as vantagens e desvantagens que há em tudo. Acho que é por ai 🙂

    Curtir

    Responder

  23. Esse texto toca num ponto muito sensível em relação a tudo que alcançamos com a longevidade. Ela virou um sinônimo de juventude. Aos 60, 70 ainda querem que aparentemos ter 30. A mídia, a sociedade exacerbam essa cultura de juventude.Devemos nos cuidar, ajudar toda essa possibilidade de mais viver, mas não nos aprisionando. É importante sim cair na realidade!Bj

    Curtir

    Responder

  24. Outro dia encontrei-me com uma senhora que me disse que a velhice é um castigo. Uma senhora de boa aparência e com 65 anos de idade. Fiquei pasma! Gostei do seu texto. Um abraço, Yayá.

    Curtir

    Responder

  25. Amigo, quando eu era mais jovem sempre dizia que não queria viver muito. Hoje em dia já penso que se tiver qualidade de vida quero viver sim. E bem muitão.Imagino que deva ser MUITO dificil admitir ser incapaz de dirigir, tomar banho sozinho, etc e tal. Mas há um preço pra tudo, não é? :)))Beijo, beijo!!!Rebecaxoxo

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

ESTRANHAMENTE

#poesia #crônica #fotografia

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista do meu ponto e outros pontos de vista

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

Sacudindo as ideias

Exercícios literários, escrita solta, pensamentos...

%d blogueiros gostam disto: