SERÁ QUE SEI AMAR ?

Imagemby Ricardo Sá

Sabe demonstrar amor quem se aplica a descobrir o que o outro precisa para se sentir amado.

Mais importante do que amar é fazer com que o outro experimente esse sentimento.

Isso significa que, para o amor acontecer, nós não amamos com o amor que temos, mas com o amor que faz o outro ser amado.

Por isso ninguém é igual e cada amor é uma exclusividade!

* Cada amor é uma exclusividade mesmo, não acham???!!!

Anúncios

20 responses to this post.

  1. Totalmente verdade meu querido…
    Totalmente!

    Kisu!

    Curtir

    Responder

  2. Li certa vez em algum lugar, ” a vida é sempre nova e sempre novo o amor que deve preenchê-la” além de que, amar faz muiitoooooo bem! Gr. Bj.!

    Curtir

    Responder

  3. “Mais importante do que amar é fazer com que o outro experimente esse sentimento.”
    Porque pra ser amor de verdade, não pode ser egoísta!

    Curtir

    Responder

  4. Manoel essa assunto dá o que falar e refletir. Fala-se muito em amor mas amar de verdade mesmo acredito que poucos conseguem. Eu mesma posso dizer que ainda não amei ninguém. Paixão foram muitas mas amor pra valer, ainda não cheguei lá e tenho certeza que também não fui amada. mas ainda não desisti. Um dia aprendo.
    Bjs

    Curtir

    Responder

  5. Só para complementar… Mas cada um a sua maneira! 😉
    Beijos no seu coração.

    Curtir

    Responder

  6. Concordo com tudo! Quem nunca amou e nunca se sentiu amado, não sabe o seu real significado.

    Curtir

    Responder

  7. Manoel,
    Acredito, de facto, que cada amor seja individual, diferente, e se vive de forma pessoal.
    Demostrá-lo, porém, não é dado a todos… se o amor sentido é verdadeiro e forte, pode permitir aceitar o amor do outro, sem qualquer dúvida da sua existência, apesar de este não se demostrar com facilidade.
    São presentes raros…

    Grande abraço!

    Curtir

    Responder

    • Dulce, tanto é verdade que somos tão diferentes que eu me sinto um ET nesse sentido. Sou super descontraido em tudo, mas nesse ponto sou bem reservado e tímido. As vezes até penso: Devia ter demonstrado ou devia ter falado, mas… É uma característica minha muito difícil de modificar. Muitas vezes rio de mim mesmo porque pareço aquela criança que chega num lugar que quebraram alguns pratos e já chega falando: Nâo fui eu! kkk! Ninguém perguntou nada, não é? Tem horas que o silêncio é ouro, rs.
      Muitas vezes abro o meu coração, falo o que sinto e no fim quando o clima tem que ser criado eu digo que a pessoa é a melhor amiga que tenho ou que gosto dela como se ela fosse minha irmã!
      Sei lá, mas um dia eu aprendo, rs!
      Um abraço grandão!

      Curtir

      Responder

      • Manoel,
        Afinal, o mais importante é ser fiel a nós próprios. Como disse mais cedo, o importante nem sempre é falar. As palavras podem mentir, os atos raramente o fazem… 😉
        Outro abraço!

        Curtir

        Responder

        • Dulce, que bonitinho isso que você sugeriu. É isso mesmo. E mentir nesse caso é imperdoável. Não se pode brincar com os sentimentos dos outros, não é mesmo? Eu não tenho coragem e consequentemente não gosto disso.
          Fiquemos com os atos…;)
          Outro + outro abraço ! (rs)

          Curtir

          Responder

  8. Eu sempre fui do grupo exclusivista.

    Curtir

    Responder

  9. Concordo em todos os níveis. Tem coisa pior que gente que ama e não sabe dizer/demonstrar? É o mesmo que se sentir desamado.

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

© Célia Moura

Biografia, Poesia, Pensamentos, Prosa Poética, Obras Publicadas, Projectos Literários

Relatos desde mi ventana

Sentimientos, emociones y reflexiones

Violeta López

violetalc01@gmail.com

Deixe escapar a emoção

Fabiana Oliveira

Tatyanna Gois

little ginger girl

Bastidores da Escrita

escritores rumo à publicação

Oh kah

por Verônika Leicam

Cara de Cotia

Meio divertida, por vezes filosófica, sempre confusa!

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

Vovente by: Jessica Pereira

Um pedaço do meu coração está em você.

seismaisdois

um blog sobre tudo feito por alguém que não sabe nada

EscreViver

"Eu escrevo para os outros existirem", José Luís Peixoto

Dezassete

A felicidade passa por aqui

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

%d blogueiros gostam disto: