QUANDO O INESPERADO BATE À NOSSA PORTA

Imagemby Manuela Melo

No nosso cotidiano, envolvidos nas tarefas e nas situações do dia a dia, sempre nos esquecemos de algumas coisas básicas, até depararmos com o inesperado. Muitas vezes, nós nos envolvemos tanto com as tarefas que acabamos nos esquecendo de Deus, dos irmãos e de que nossa vida aqui é finita. Vivemos como se o nosso tempo aqui fosse infinito; e assim, perdemos tempo. Deixamos de amar aqueles que nos cercam.

A finitude do nosso tempo faz com que nos esforcemos para aproveitar o tempo de vida de que dispomos e não deixemos passar em vão ocasiões e momentos irrepetíveis. Cada minuto de nossa vida, ao lado das pessoas que conhecemos e amamos, é único e precisa ser aproveitado com toda a intensidade. Cada encontro com o outro é uma oportunidade que não volta a se repetir.

Em 2002, vivi a experiência do inesperado bater à minha porta, quando meu irmão sofreu um grave acidente de carro e, em fevereiro de 2004, foi para junto de Deus. No ano do acidente, posso dizer que tive a graça de aproveitar breves momentos, intensamente.

Ele morava em Araguaína (TO) e eu estava na missão de Natal (RN). Ele foi para casa em férias no final de ano, mas devido à missão eu não pude ir. Como somos pernambucanos ele estava a poucas horas da cidade onde eu estava, na hora de voltar para sua cidade, ele mudou a rota e passou, em plena madrugada, na minha casa, para matarmos um pouco a saudade. Essa foi a última vez que vi o meu irmão com vida. Foram poucos minutos, mas vividos com intensidade, vividos como únicos e irrepetíveis.

Hoje, compreendo que a consciência de nossa finitude nos dá oportunidade para concentrarmos a atenção no essencial. Dá-nos oportunidade de entendermos que cada pessoa é única e irrepetível. Ensina-nos a não pararmos nas diferenças, mas olharmos a individualidade de cada um como riqueza. Ensina-nos a sairmos de nós mesmos para servir o outro, para amar o outro. Ensina-nos a viver cada momento que vivemos como únicos. Dessa forma, conseguimos viver o tempo presente como ele deve ser vivido: colocando nossas preocupações em Deus e nos concentrando na essência da vida: Amar e Servir. Precisamos aprender a viver intensamente cada momento. Aprender a não nos deixarmos levar pelas tarefas e atividades do cotidiano, de forma a não deixarmos passar em vão os momentos de encontro com o outro, e a não deixarmos passar em vão os momentos oportunos para amar.

* Todos estamos sujeitos a isso, não acham???!!!

Anúncios

14 responses to this post.

  1. Esses momentos apesar de difíceis, ensinam muitas coisas e transformam algo em nós. Mas o que vejo é que o passar do tempo acaba por deixar-nos frios e indiferentes novamente. Ou não? Gr. BJ. Manô!

    Curtir

    Responder

    • Cris, você falou uma coisa que eu nunca tinha pensado. Sabe que infelizmente nós somos assim em tudo? Por isso é que Deus permite qua a gente leve uma “sacudida” da vida para percebermos o horror de certas coisas que até estamos encarando como normais. Você pensou muito legal, Cris.
      Grande beijo,
      Manô

      Curtir

      Responder

  2. Desperdício de tempo é mesmo um mal que praticamos.
    O texto que você nos traz é um puxão de orelha. Sempre penso que não devíamos ter que nos deparar com uma situaçào limite como uma grave doença em que o diagnóstico nos traz também o tempo da finitude.
    Boa reflexão esta. Beijo!

    Curtir

    Responder

  3. Estávamos conversando sobre isso aqui em casa esses dias! Meu pai falou como não vale a pena passar anos da sua vida, por exemplo, guardando dinheiro para algo que você não tem nem certeza que dará certo. Claro que devemos seguir nossos sonhos, mas viver é mais importante já que não sabemos o que nos espera, não é ?!

    Ótimo pensamento Manoel!
    Beijos,
    Ana.
    Nk Cherry

    Curtir

    Responder

  4. Sempre achei que a vida nos proporciona distrações cotidianas para que a gente aprenda a dar a devida atenção ao que nos é importante. rs

    bacio

    Curtir

    Responder

  5. Belo texto Manoel.
    Precisamos valorizar o momento presente com quem precisa de nós.
    Talvez assim lidamos com o inesperado com mais tranquilidade.

    Abraço

    Curtir

    Responder

    • Anavi, que transmissão de pensamentos! Quando postei isso, rezei para muitas pessoas inclusive o José, que apesar de não tê-lo conhecido, a filha dele mora no meu coração, então ele também, não é certo?
      Minha querida amiga carioca do brejo. Um grande beijo no seu coração!

      Curtir

      Responder

  6. Amigo, isso é algo que eu penso muito, sabe? Encaramos a vida como algo eterno, perdemos tempo com tanta coisa que de nada vale e nos esquecemos de aproveitar a simples presença daqueles que amamos.
    A morte pode ser um bom alerta.

    Beeijos

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

ESTRANHAMENTE

#poesia #crônica #fotografia

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista do meu ponto e outros pontos de vista

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

Sacudindo as ideias

Exercícios literários, escrita solta, pensamentos...

%d blogueiros gostam disto: