QUE TIPO DE GENTE ME ATRAI ?

Imagemby Ricardo Sá

É impressionante perceber como Deus tem predileção pelos mais fracos, por aqueles que o mundo aborrece e jamais escolheria. Basta ler os Evangelhos e ver com que qualidade de amor Jesus trata a quem o mundo despreza.

São Paulo diz que Deus escolhe o que é fraco para confundir os fortes; escolhe aquelas coisas que nada são, para destruir as que são.

Que tal, então, procurar observar melhor as pessoas que normalmente você nem notaria? Elas têm algo de especial que Deus vê e você está perdendo. 

* Experimente fazer isso e me conte os resultados!

Anúncios

30 responses to this post.

  1. Oi Manoel.
    Como vai você?

    Concordo muito com estas palavras: Deus escolhe os mais fracos, frágeis.

    A lógica de Deus é diferente da nossa.

    Uma coisa quem me instiga muito é a leitura dos Evangelhos. Cada vez uma nova descoberta, uma Boa Nova, um novo olhar. Mesmo que todas as vezes descobrimos a mesma coisa, sempre há uma novidade ali.

    Lá observamos a preferência pelos pobres, sofredores, pessoas difíceis. Os próprios discípulos não eram lá as pessoas mais agradáveis de se conviver. E foram eles os escolhidos por Jesus.

    Nossa lógica é procurar o que nos é cômodo, pessoas que possam nos beneficiar de alguma forma. E não acho que isso é ruim. Mas vejo que também devemos ir ao encontro daqueles que precisam de uma palavra, de um abraço, de um conselho. Para essas pessoas geralmente não temos tempo.

    Abraço pra você.

    Curtir

    Responder

    • AnaVí, que saudades da minha amiga muito querida. Os marcadores de página estão aquí fazendo inveja a todo mundo pela beleza de criatividade. Adoro vocês aí, AnaVí.

      Bem, seu comentário foi lindo e muito providencial. Apesar de pouco usada essa leitura, é a mais completa para aprendermos a compreender nosso próximo e a nós mesmos.
      Adorei ver você por aqui. Um abração especial para você e para os nossos amigos cariocas do brejo!
      Com carinho,
      Manoel

      Curtir

      Responder

  2. Ahhh isso sim é um lindo ensinamento!! Adorei!!

    Beijo ternurento

    Curtir

    Responder

  3. Tentei olhar a minha volta e pensar no tipo de pessoas com quem convivo e, não sei dizê-las fracas ou fortes. São pessoas. Apenas isso. E se estão próximas é porque tem algo para partilhar. E se ficam é porque encontraram em mim alguma sintonia fina. E se foram é porque não pude lhes acrescentar nada…

    Confesso, me incomodo com esses dizeres determinantes, rótulos impostos. A força de cada um é desconhecida. Não se exibe. As limitações são mais fáceis de serem percebidas porque temos essa mania de dizer o outro a partir de nós mesmos. A sociedade desde sempre faz uso de “silogismos” para determinar uns aos outros e, passa justamente pela maioria dos livros sagrados.

    Enfim, eu como de costume, vou na contramão de tudo isso. Vou com meu passo comum. Cabisbaixa a perceber figuras. Se um humano se precipita em mim é porque nossas energias nos impulsionaram a isso. Não sei conviver com pessoas que nada acrescentam a mim e, até hoje dei sorte nesse sentido…

    bacio

    Curtir

    Responder

    • Lunna, tendo como referencial o seu ponto de vista acho que você está repleta de razão. Eu penso um pouco diferente e se uma pessoa não acrescenta nada a mim é sinal que eu tenho obrigação de ter estrutura para acrescentar algo a ela. Como você bem disse a força de cada um é desconhecida e ainda eu acho que somos únicos e isso tira mais a possibilidade de rotulações, contudo o melhor meio de partilhar essas coisas é trocando experiências.
      Gostei muito do seu comentário. Completa o assunto da postagem. Valeu, Lunna!

      bacio

      Curtir

      Responder

  4. São essas pessoas que mais precisam da nossa atenção e normalmente aquelas que nos fazem feliz das maneiras mais simples!
    Ótimo texto!

    beijos,
    Nika.
    Nk Cherry

    Curtir

    Responder

  5. Posted by Meri Pellens on 15 de abril de 2014 at 12:49

    Manoel, como eu precisava ler isso!
    Beijos mil!!!
    MP.

    Curtir

    Responder

  6. Vou seguir esse conselho! E ficar de olho ao meu redor! 🙂
    Beijos
    Adriana

    Curtir

    Responder

  7. Posted by Bah on 14 de abril de 2014 at 17:05

    Tenho feito isso e tem dado certo.

    Kisu!

    Curtir

    Responder

  8. Posted by Mariana Gouveia on 14 de abril de 2014 at 11:05

    Pois, quando sou fraco, é que sou forte.

    Essa é a maior verdade.

    Beijos, Manoel.

    Curtir

    Responder

  9. Verdade! Acho que nós seres humanos falhamos muito nisso, muitas vezes escolhemos estar com pessoas “mais notadas” e que podem nem ser tao boas amigas assim. E quantas vezes nao deixamos de lado pessoas maravilhosas que merecem nossa amizade, e que devem ter muito a acrecentar em nossas vidas…

    Beijos

    Curtir

    Responder

  10. Que bonitinha essa imagem! Concordo absolutamente com o texto. As vezes a gente tende a lutar pela amizade de pessoas que pouco se importam, quando na verdade, tem muitas ao nosso redor, prontas para ser aquele amigo(a). Realmente, um ponto a se pensar! 🙂

    Curtir

    Responder

  11. Posted by lilas666 on 14 de abril de 2014 at 8:12

    Republicou isso em Cosmopolitan Girl.

    Curtir

    Responder

  12. Manô,
    Seguir o seu coração e chegar-se perto de quem está mais fraco, mais necessitado de atenção, é algo que todos gostaríamos de fazer. Cada palavra acima é a pura verdade. Porém, nós humanos imperfeitos, esquecemos por vezes essa missão tão preciosa…
    É bom relembrar-nos de quando em vez 🙂
    Obrigada!
    Beijinhos!

    Curtir

    Responder

  13. Lindo isso, amigo e com certeza acredito em cada palavra.

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

© Célia Moura

Biografia, Poesia, Pensamentos, Prosa Poética, Obras Publicadas, Projectos Literários

Relatos desde mi ventana

Sentimientos, emociones y reflexiones

Violeta López

violetalc01@gmail.com

Deixe escapar a emoção

Fabiana Oliveira

Tatyanna Gois

little ginger girl

Bastidores da Escrita

escritores rumo à publicação

Oh kah

por Verônika Leicam

Cara de Cotia

Meio divertida, por vezes filosófica, sempre confusa!

As Teorias da Elsa

Um blog que pretende motivar, inspirar, informar e dar a conhecer sítios e lugares surpreendentes.

Vovente by: Jessica Pereira

Um pedaço do meu coração está em você.

seismaisdois

um blog sobre tudo feito por alguém que não sabe nada

EscreViver

"Eu escrevo para os outros existirem", José Luís Peixoto

Dezassete

A felicidade passa por aqui

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

El Diver

a vida em todas as suas divergências

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

%d blogueiros gostam disto: