TALVEZ

Imagemby Pablo Neruda

Talvez não ser,
é ser sem que tu sejas,
sem que vás cortando
o meio dia com uma
flor azul,
sem que caminhes mais tarde
pela névoa e pelos tijolos,
sem essa luz que levas na mão
que, talvez, outros não verão dourada,
que talvez ninguém
soube que crescia
como a origem vermelha da rosa,
sem que sejas, enfim,
sem que viesses brusca, incitante
conhecer a minha vida,
rajada de roseira,
trigo do vento,

E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos…
E por amor
Serei… Serás… Seremos…

 

* Só nosso!!!

Anúncios

20 responses to this post.

  1. Posted by Meri Pellens on 27 de abril de 2014 at 11:40

    Lindo, Manô!!! Delicado e sublime.
    Bjs… MP.

    Curtir

    Responder

  2. Posted by Bah on 26 de abril de 2014 at 15:24

    Hahha seria isso de mim para mim mesma ahh amo!

    Kisu!

    PS: layout melhor! Adoro ter que voltar pra posts passados de maneira rápida auhauaha

    Curtir

    Responder

  3. Poxa, adorei. Ainda nao conhecia Pablo Neruda (ou nao lembro), obrigada por me apresentar!

    Curtir

    Responder

  4. Manô meu amigooo! Saudade de estar por aqui… Nesse momento minha cabeça dói tanto, tanto… Mas ter conseguido uma pausa por aqui foi maravilhosamente confortante! Ler Tão belíssimo poema de Neruda amenizou essas marteladas que agora me desanimam. Nada mais sensacional que amar… Como sempre teu bom gosto compensa cada momento aqui.

    Gr. Bj. Manô!!!

    Curtir

    Responder

  5. Neruda é sempre uma escolha cheia de poesia.
    Bela escolha, Manoel.

    Curtir

    Responder

  6. Fofura do Neruda para adocicar meu dia. Obrigada, amigo fofinho.

    Curtir

    Responder

  7. Bela escolha, Manoel!
    Grande abraço!

    Curtir

    Responder

  8. Posted by Mariana Gouveia on 23 de abril de 2014 at 12:22

    Lindo Neruda!

    Curtir

    Responder

  9. Manô,

    Talvez haja no ser a luz que ilumina o outro, que só o elo do puro sentimento possa explicar… sem que seja possível comunicar essa explicação a outrem, de tão sensível que é…
    Neruda sabia dizer estrelas e cores de forma tão maravilhosa que é quase impossível ter palavras que expressar a beleza que nos invade ao ler os versos tão profundos e belos.
    Resta no peito o sentimento puro recebido com tanta magia…

    Obrigada por trazer-nos esta doçura!

    Beijinhos!

    Curtir

    Responder

  10. Amo Neruda, que conseguia colocar cebolas na poesia, que trazia o cotidiano pro poema e o poema para o nosso dia a dia.
    Abraço saudoso de ti, Manô.

    Curtir

    Responder

MUITO BOM COMPARTILHAR COM VOCÊ !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

PANELA EUROPÉIA

O mundo numa panela só

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

ESTRANHAMENTE

#poesia #crônica #fotografia

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

Poesias e Cia - Ana de Lourdes Teixeira

Sem pretensões... O único desejo é compartilhar com as pessoas o que escrevo.

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

Realize Criatividade

por Patrícia de Azevedo

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

Divergências Vitais

Memórias, dicas e "causos" de uma brasileira vivendo na Alemanha.

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista do meu ponto e outros pontos de vista

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

%d blogueiros gostam disto: