DIANTE DA ESCOLHA, É PRECISO REFLETIR

by Elaine Ribeiro, Psicóloga Clínica e Organizacional

Cada escolha gera sua consequência e causa um impacto na nossa vida

Como você tem feito as suas escolhas? Quantas vezes, precisando posicionar-se frente a uma situação complicada, você se sentiu confuso, sem saber o que fazer, incomodado ou pensando até mesmo em deixar uma situação de lado? Acho que muitos de nós já passamos por isso!

Nossa vida é pautada também pela possibilidade que temos de escolher, a liberdade de decidirmos, e isso representa o que difere o ser humano. Ao mesmo tempo que decidir é uma possibilidade, torna-se também um grande sofrimento quando nos mantemos na indecisão e na incapacidade de orientar nossas decisões.

 

foto
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Para as realizações acontecerem, passos precisam ser dados. Um posicionamento pode nos custar indiferenças, tristezas, mas também muitas alegrias. A indecisão demasiada nos leva até mesmo ao adoecimento e a um conflito emocional. Ao nos colocarmos como reféns de uma decisão que pode ser tomada por nós mesmos, é importante que possamos “colocar na balança” os prós e contras daquela decisão, pensando que ela sempre envolverá uma ação.

Aprenda a posicionar-se

Viver sem um posicionamento ou sempre atrelado às decisões de terceiros pode também ter um preço muito alto, pois, em algum momento de consciência, vamos adotar uma postura negativa, culpando terceiros, eximindo-nos da nossa parte na história.

Muitas vezes, adotamos uma postura de procrastinação, ou seja, de empurrar o máximo do tempo possível para resolver algo, justamente pela necessidade de posicionamento. Ora, também essa postura pode nos ajudar por um tempo (enquanto avaliamos algo), mas se sempre for adotada, gera um ciclo de ansiedade e angústia, pois sempre estaremos “correndo” ou atrasados para resolver algo.

Outra situação que pode acontecer é quando uma pessoa, que busca sempre a perfeição e a melhor opção para todos, também se encontra indecisa. Nosso medo de errar também gera esse bloqueio. Parece que preciso fazer tudo de forma tão perfeita, que caio no processo de indecisão.

Poder de decisão

Decidir, como diz a origem da palavra, é “cortar fora”, ou seja, eu opto por algo e declino de outra coisa. E aí que a tal procrastinação entra: é mais fácil atribuir a terceiros ou não se envolver com algo, por não querer um posicionamento que possa, por exemplo, desagradar alguém.

Os riscos trazem medo, pois envolvem mudança, e isso pode ser uma fonte de ansiedade também. Para tanto, avaliar e confiar em suas decisões será parte desse processo, bem como saber lidar com riscos e fracassos, o que nem todos querem ou conseguem lidar.

Muitas decisões passam por caminhos emocionais anteriormente já seguidos e nem sempre bem-sucedidos: porém, essas situações não podem nos limitar e nos referenciar eternamente. Sou refém das variáveis da vida ou prefiro assumir as responsabilidades das minhas escolhas?

Leia mais:
.: Perdoar é tomar a decisão de começar uma vida nova
.: Vença o medo diante das escolhas
.: O perigo das escolhas provisórias
.: Qual o valor das nossas escolhas?

Elaine Ribeiro dos Santos

Elaine Ribeiro, Psicóloga Clínica e Organizacional, colaboradora da Comunidade Canção Nova.
Blog: temasempsicologia.wordpress.com
Facebook: elaine.ribeiropsicologia Twitter: @elaineribeirosp

Anúncios
Antes de Adormecer

Sobre amor e outras coisas

PANELA EUROPÉIA

O mundo numa panela só

Um Palco de Teatro

Poesias, Textos, Frases e Reflxões sobre o amor e a vida.

Sopa de Letras

Literatura, Cinema, Música, Educação e outros temas.

ESTRANHAMENTE

#poesia #crônica #fotografia

versaopaulo

cultura e história da cidade

Vida Legal

Porque a vida é muito mais interessante que a ficção.

imperfeitoparaiso

Aleatoriedades

Blog do Óbvio

Assuntos Diversos e Diversos Assuntos

Poesias e Cia - Ana de Lourdes Teixeira

Sem pretensões... O único desejo é compartilhar com as pessoas o que escrevo.

A DOSE DO DIA

O dia mais bem humorado da semana ;)

Realize Criatividade

por Patrícia de Azevedo

frascodememorias.wordpress.com/

“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Blog Caderno da Lua

#ApoioAutoresNacionais

Meio pão e um livro

Eu, se tivesse fome e estivesse à míngua na rua, não pediria um pão; pediria meio pão e um livro. (García Lorca)

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Abstract Art by Sharon Cummings

An artist with an irresistible urge to create!

Compasso Lento

Leia com passo lento...

Devir

O que vejo, sinto e imagino em letras.

Posso Dar Uma Dica?

Dicas para facilitar o dia a dia

essa tal de Alemanha

Crônicas do dia a dia

Letíciando

por Letícia Siller

Clau Assi, poesias.

Sonhos, realidades e poesias.

EscreViver

"O que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo, escrevendo pouco" [Júlio Dantas]

It's a very deep sea

Um site sobre palavras

Divergências Vitais

Memórias, dicas e "causos" de uma brasileira vivendo na Alemanha.

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

Vida de Mil Fases

São fases da vida,elucubrações variadas. É um túnel do tempo, é uma realidade inventada.

Pensamentos In_Versos

No vício da escrita, encontram-se os ditos, os amantes, os gritos internos e todos os avessos...

Trotamundos

by Tati Sato

Simplesmente Lola

Eu e minhas aventuras

Bloco de notas

Escrever é como uma terapia, um socorro, uma esperança. Estando feliz, apaixonada, triste, decepcionada escrevo, pois sei que lendo-me consigo me entender. Escrever é como fugir para um mundo secreto, meu universo particular onde não é proibido sonhar.

Minha Vida Comigo

Um câncer foi o gatilho que me fez querer viver a vida como protagonista. Vânia Castanheira - Medical, Health & Wellness Coach - ACC/ICF

Catarina voltou a escrever,

com vírgulas, pontos e dúzias de reticências...

Mariel Fernandes

A vista do meu ponto e outros pontos de vista

This German Life

um blog sobre nós dois (três) e a Alemanha

Diário de uma Teimosa

dicas de Estocolmo e da vida na Suécia

Eis a questão ...

Um blog realmente pessoal, que guarda um pouquinho de tudo aquilo que a autora gosta, faz, inventa, cozinha, desenha. Por isso, não precisa fazer sentido, não tem pretensões de seguir uma linha ou chegar a algum lugar específico: apenas existe para registrar, guardar e compartilhar um pouco dessas coisas de Olivia.

%d blogueiros gostam disto: